FANDOM


Sitio
sitio do pica pau amarelo 2001  capitulo 1 tudo começa na
Editar
cidade do arraial dos tucanos no leilao o homem sorteia duas casas e o casarao chamado sitio do pica pau amarelo no menho da floresta dona benta dizer qer gostaria de fica com o sitio e tao a dona benta ganha o sorteio e fica com o casarao do sitio do pica pau amarelo o homem da a chave do casarao do sitio do pica pau para dona benta dona benta chegar na casa da antonica e contar antonica e tia nastacia qer ganhou o sitio e pedrinho e sua prima lucia ou narizinho se despende um do outro o homem de carroça leva os moveis de dona benta para o casarao do sitio do pica pau amarelo e dona benta tia nastacia e lucia [ narizinho ] chegam no casarao do sitio do pica pau amarelo e arrumam as coisas e lucia apelito narizinho vai comer jabuticaba e dizer qer tomara qer um dia pedrinho possa vem passar as ferias no sitio o coronel teodorico vista dona benta tia nastacia e lucia apelito narizinho e na cidade grande antonica leva pedrinho a escola e pedrinho conversa com seu amigo qer a dona benta ganho o sitio pedrinho contar qer esta longe da sua prima narizinho o christian da forças para pedrinho um dia ele e a prima vao se ver outra vez e no capoeirao dos tucanos e na caverna da cuca cuca olhar no caldeirao e obeserve olhar tem gente na quele sitio eles nem imagenam qer eu existo o saci pulado de uma perna a caverna e percontar a cuca oqer over cuca dizer qer mundou gente para o sitio saci tem a ideia de apronta para da boas vindas Editar

Editar

Primeira temporada: 2001-2002 Editar

  • Reino das Águas Claras
  • O Saci
  • Caçadas de Pedrinho
  • Reinações de Narizinho
  • Viagem ao País das Fábulas
  • Festa do Faz de Contas
  • Viagem ao Céu
  • Reforma da Natureza
  • O Pica pau Amarelo
  • Dom Quixote das Crianças
  • O Minotauro
  • Memórias da Emília
  • Os XII Trabalhos de Hércules
  • O Poço do Visconde
  • Histórias Diversas
  • Aventuras de Hans Staden
  • Histórias das Invenções
  • Peter Pan
  • Histórias de Tia Nastácia
  • Fábulas
  • Volta ao Reino das Águas Claras
  • Perigo no Reino das Águas Claras
  • O Fantasma do Casarão
  • As Caçadas do Barão de Munchausen
  • Memórias do Picapau Amarelo

Segunda temporada: 2002-2003Editar

  • O Menino Bruxo
  • A Convenção das Bruxas
  • Bruxa Mãe...Bruxa Filha...
  • O Tesouro
  • O Cangaceiro Lobisomem
  • A Pedra Verde

Terceira temporada: 2003-2004 Editar

  • Zumpilion
  • A Lenda do Rei Arthur
  • O Caipira
  • A Bela e a Fera
  • Juca Pirama
  • Rapunzel
  • Anhanguera - Os Bandeirantes
  • O Sumiço da Emília
  • O Circo
  • O Rodeio
  • A Estrada

Quarta temporada: 2004-2005 Editar

  • A Menina da Selva
  • D.A.N.C.E.
  • A Dama dos Pés de Cabra
  • Aladin
  • O Pequeno Samurai
  • Dom Quixote de La Mancha (remake)

Quinta temporada: 2005 Editar

  • O Preço do Verdadeiro Amor

Sexta temporada: 2006 Editar

  • Entre o Amor e a Promessa

Sétima temporada: 2007 Editar

  • O Saci Contra Ataca
  • As Invenções do Visconde
  • O Adorável Abominável
  • A Nova Reforma da Natureza
  • Quem Quiser que Conte Outra
  • O Anjinho da Asa Quebrada

EspeciaisEditar

  • A Festa da Cuca
  • Especial de Natal
  • Emília, Depois do Final Feliz


As Temporadas de Temporadas de 2001 e 2002Editar

O programa começou sendo exibido dentro do Bambuluá, mas depois ganhou seu próprio horário na Globo. A primeira temporada, durou do final de 2001 até o ano de 2002, contando as histórias de Monteiro Lobato, depois naquele mesmo ano, após as histórias dos livros terem acabado, iniciou-se outra fase do programa, com novas histórias feitas para a televisão. As tramas dos livros de Lobato acabaram mais depressa, pois, na primeira temporada as histórias eram contadas em um ritmo mais rápido, e cada livro durava uma semana para ser contado (ou duas no episódio “A Reforma da Natureza", e quatro semanas em "Os Doze Trabalhos de Hércules"). Já na versão dos anos 70, as histórias demoravam mais tempo, duravam normalmente um mês. Com a nova versão do Sítio, alguns elementos dos livros de Lobato puderam ser trazidos de volta para a televisão, um deles foi o Pó de Pirlimpimpim, que na versão antiga havia sido transformado em um tipo de "palavra mágica" para evitar comparações com a cocaína; deste modo, os moradores do Sítio apenas gritavam: "Pirlim Pim Pim" para viajarem de um lugar para outro. Na versão de 2001 ele passou a ser um pó jogado em cima das cabeças dos personagens. Outra coisa que havia sido censurada na versão dos anos 70, e foi trazida de volta na nova versão, é o costume que Emília tem de inventar suas próprias palavras. A censura da década de 1970 não permitia que a Emília da TV alterasse ou falasse palavras da gramática ao seu próprio modo, como: "bissurdo", ou "obóvio". Nos primeiros episódios de 2001, eram usados efeitos especiais de chroma key para que o Visconde parecesse ter mesmo o tamanho de um sabugo de milho. Mas no final de 2002, durante o episódio "A Volta ao Reino das Águas Claras", essa técnica foi deixada de lado, porque no programa, o Visconde fica do tamanho de uma pessoa normal após uma lata de fermento cair em cima dele. Uma coisa na série de 2001, diferente das outras versões de televisão, é que a personagem Tia Nastácia vivida por Dhu Moraes era magra. Mas, algumas temporadas depois, a produção pediu que Dhu Moraes engordasse um pouco, e usasse um pouco de enchimento no vestido, pois a personagem Nastácia era mais conhecida popularmente sendo gorda. Desde 2001 até 2006 foram confeccionadas 3 fantasias de Cuca diferentes, que eram manipuladas por Jacira Santos. Na primeira temporada, a intenção era que a aparência da Cuca não ficasse assustadora demais para as crianças, a personagem devia ter uma aparência má e assustadora, mas nem tanto, pois esta versão do Sítio estava mais direcionada ao público infantil; por esse motivo a personagem tinha um visual mais inofensivo, com rosto e cauda de jacaré, e corpo de mulher, com um vestido e capa de bruxa. Mas essa ideia foi mudando com o passar do tempo, no ano de 2003, ficou decidido reformular um pouco a personagem, dando a ela "cabelos reais" e mais compridos, além de deixá-la mais gorda e com uma personalidade mais cruel. Outra mudança no corpo da personagem, ocorreria no ano de 2005, deixando-a menos vaidosa, e mais parecida com a Cuca do folclore. Ela passaria a ser mais perversa, e com traços mais aterrorizantes, perdendo o "corpo de humana", e ganhando um "barrigão" listrado de réptil. Uma outra ideia inicial da série de 2001, que foi sendo deixada de lado com o tempo, era mostrar algumas vezes objetos e máquinas dos tempos atuais. Para isso, em algumas cenas apareciam Dona Benta tentando convencer Tia Nastácia da utilidade de alguns novos utensílios que ela havia encomendado para sua cozinha, como: microondas e batedeira. Ou então, o fato de Dona Benta ter comprado um computador para a sua biblioteca, para poder se comunicar com sua filha Antonica que mora na cidade. As modernidades contudo, não permaneceram muito tempo no Sítio, pois além de não acrescentarem muito às histórias, algumas vezes chegavam a atrapalhar o ritmo da trama. Por isso, algumas temporadas mais tarde, o computador foi deixando de ser usado no Sítio, até "desaparecer" por completo das histórias; assim também como o microondas e outros utensílios modernos, que foram sendo abandonados da cozinha de Tia Nastácia.

2003 e 2004Editar

Naquele ano os personagens do Sítio tiveram muitas mudanças em seus figurinos. Tio Barnabé trocou os coletes com cores africanas por suspensórios e roupas mais caipiras e ganhou também um chapéu de palha; Tia Nastácia engordou um pouco e ganhou um vestido de mangas compridas. Narizinho e Pedrinho passam a ter cabelos curtos. Neste ano, também começaram a aparecer as primeiras mudanças no figurino da Cuca. Anteriormente ela era bem magra e usava sempre um vestido vermelho com uma capa, além do cabelo que era feito do mesmo material que formava o resto da fantasia, já naquele ano ela ficou mais gorda, com um penteado comprido, formado por fios de cabelos soltos, e passou a usar também uma nova roupa amarela e verde. Por causa das mudanças na aparência da Cuca, a sua dubladora Mônica Rossi, a partir dessa temporada e até o ano de 2006, passou a fazer uma voz mais rosnada e grossa para a personagem. No ano de 2003, o Sítio ganhou também dois novos personagens fixos, o caipira Zé Carijó e Pesadelo, o ajudante de Cuca; Mais tarde, Walcyr Carrasco também criou outros personagens secundários para o Sítio da televisão, que aos poucos foram entrando na trama. Nos anos seguintes, apareceriam também novos personagens para serem moradores da cidade do Arraial dos Tucanos: Samira, a sobrinha do Elias turco, empregados da venda do Elias, comerciantes de outras lojas, netos do Coronel Teodorico e o padre da cidade. Em 2004, o programa teve novas mudanças, as crianças Lara Rodrigues e César Cardadeiro, que interpretavam Narizinho e Pedrinho haviam crescido, e foram substituídos por Caroline Molinari e João Vitor da Silva. O programa ganhou também ares de super produção, passando a ser gravado em outros lugares além do Sítio, como a Floresta Amazônica e Portugal. O ano de 2004, também seria o último em que Cândido Damm interpretaria o Visconde, sendo substituído na próxima temporada por Aramis Trindade. A substituição ocorreria em janeiro de 2005, durante um episódio que era o último da temporada 2004, e que também abriria o ano de 2005. O episódio era um remake de Dom Quixote das Crianças, história que já havia sido gravada em 2002, e foi refilmada naquele ano para comemorar o quarto centenário da publicação do livro homônimo. Na história, o Visconde (ainda interpretado por Cândido Damm) seria esmagado novamente por livros que caíram da estante, e desta vez Tia Nastácia faria outro boneco de sabugo (que agora seria interpretado por Aramis Trindade). Mas Cândido, não saiu imediatamente do programa, ele continuou até o final do episódio, mas interpretando o personagem Dom Quixote. Neste episódio, Aramis Trindade ainda não tinha definido bem um padrão de voz para o Visconde, ele começou fazendo uma voz mais fina Mas, na temporada seguinte, que começaria em abril, Aramis deixou sua voz um pouco mais grossa para que mantivesse o mesmo padrão do Visconde de Cândido.

Temporada de 2005Editar

No dia 4 de abril de 2005, se inicia uma nova temporada do Sítio, mas agora com a mudança de dois atores: Nicette Bruno e Cândido Damm, que interpretavam a Dona Benta e o Visconde de Sabugosa substituídos por Suely Franco e Aramis Trindade. A Dona Benta, vivida por Suely Franco, ficou com uma personalidade mais doce, e recebeu também um novo figurino, passando a usar vestidos e aventais, típicos de uma senhora de idade. Já o Visconde, ganhou uma personalidade mais carismática de sábio meio atrapalhado, e algumas vezes um pouco excêntrico. Visconde também ganhou uma espécie de "bordão” durante o programa, a sua frase: "Ma-ma-mas Marquesa…", que ele sempre diz a cada vez que a Emília o obriga a inventar alguma máquina genial. Outra novidade nesta temporada, foi que a boneca Emília ganhou uma espécie de "irmã mais nova", a bonequinha de plástico Patty Pop, que também tomou a "Pílula Falante" e ganhou vida, deixando Emília morta de ciúmes pela atenção da Narizinho. Emília, após a chegada da Patty Pop, teve o figurino renovado, e passou a usar novos vestidos além do antigo vermelho e amarelo, que na história foram feitos pela aranha costureira do "Reino das Águas Claras". Naquele ano de 2005, a fantasia da Cuca ganhou novas mudanças, ficando mais feia e horripilante, a "Cuca de 2005" passou a ser feita de um material de borracha, que a deixava mais realista e assustadora. A roupa de jacaré se tornou mais elaborada e detalhada, dando à personagem um aspeto mais ameaçador, ela ganhou grandes olhos amarelos com pupilas e veias vermelhas; e um focinho mais comprido, com muitos dentes pontudos; ganhou também um "barrigão" listrado, e pés com unhas afiadas, além de uma longa cabeleira loira. No ano de 2005 a Cuca, também teve uma grande mudança em sua personalidade, não era mais vaidosa como nas primeiras temporadas, ela deixou de usar vestidos e sapatos de salto alto; não se preocupava mais com a aparência, e gostava de ser chamada de feia, O personagem Pesadelo também mudou de visual nesta época, ele ficou com roupas diferentes e com o cabelo loiro. O programa também mudou o seu formato e passou a ser uma novela infantil, com 180 capítulos e uma única história, que durava o ano inteiro. A proposta do Sítio naquele ano, era criar uma história para a televisão, que mostrasse personagens e elementos da obra de Lobato, junto com temas do dia a dia, importantes para crianças, jovens e adultos; A história do ano de 2005 era também meio alternativa em relação às outras temporadas de 2004, 2003 e 2002, como se acontecesse um pouco antes de certas histórias. Isso pode ser notado pelo fato da "Miss Sardine" ainda estar viva (pois a personagem havia morrido frita anteriormente, quando pulou na frigideira da Tia Nastácia), ou pela personalidade da Dona Benta estar igual como era no começo onde ela, apesar de ver Emília e Visconde ganharem vida e falarem, ainda não acredita muito nas histórias fantásticas que seus netos contam, e julga serem apenas "invenções" ou "brincadeiras fantasiosas". A história ainda contava com quase 40 atores no elenco fixo, entre eles Chico Anysio intérprete do advogado Osvaldo Saraiva que participou como personagem fixo de 2005. A trama principal daquele ano mostrava os moradores do Sítio, conhecendo dois jovens chamados "Cléo" e "João da Luz", que aparecem pelo "Arraial dos Tucanos", e vão se tornando amigos da turma do Picapau Amarelo, e vivendo aventuras juntos. Na história feita para a TV em 2005, a Cléo foi para o Sítio porque estava fugindo de sua madrasta que a tratava mal, ela então pega um ônibus e vai para o Sítio de Dona Benta. A fase de 2005 ganhou ainda uma nova trilha sonora, com novas músicas para alguns personagens. Como a intenção era agradar tanto as crianças, quanto os jovens e adultos. Nesta temporada o Sítio chegou a ganhar o "Prêmio MídiaQ 2005", na categoria de quatro a sete anos. Mas apesar de em 2005 o Sítio ter melhorado em alguns alguns fãs mais puristas podem desaprovar esta temporada, por causa de alguns capítulos voltarem mais a atenção para personagens menores, ou que aparecem pouco nos livros de Lobato, deixando algumas vezes o núcleo do "Sítio" em segundo plano.

Temporada de 2006 Editar

Em 2006 o formato novela foi mantido, mas houve mais alterações, desta vez o objetivo era tratar mais da fantasia e do surreal, mas sem deixar de lado temas reais, assim como em 2005. Na temporada de 2006, houve mais algumas trocas de atores, as crianças João Vítor da Silva e Caroline Molinari foram substituídas por Rodolfo Valente e Amanda Diniz. A maioria do elenco do núcleo do Arraial dos Tucanos, também foi trocado, foram mantidos somente os atores que faziam os personagens principais, Dona Benta, Nastácia, Barnabé, Emília e Visconde. O novo diretor do programa, decidiu reformular totalmente o Sítio do Picapau Amarelo, e fazer ele ficar mais parecido com o "Sítio" das histórias de Monteiro Lobato, com isso alguns personagens tiveram que sair do programa, a bonequinha de plástico Patty Pop e Pesadelo, o ajudante da Cuca já não mais apareceram na temporada de 2006. Já os outros personagens tiveram uma grande mudança no visual: Emília ficou com o cabelo mais comprido e passou a usar outros tipos de vestidos. O Visconde de Sabugosa ficou rodeado de palha em volta do pescoço, trocou sua cartola por outra de palha amarela e um pouco mais amarrotada, e ganhou também um nariz bem comprido. O burro Conselheiro, agora era uma marionete e a cor do seu pelo ficou cinza; o Saci trocou o seu macacão vermelho por um calção vermelho; Tio Barnabé ficou com a barba mais comprida e passou a morar sozinho no meio do mato. Em 2006, a série também contava uma única história que durava um ano inteiro como a anterior de 2005, desta vez com a participação de Fanny Georguleas, Caetano O'maihlan e Thiago de los Reyes. A trama daquele ano contava a história da princesa Thirza do "Reino de Lumar", que devia se casar com o príncipe Théo do "Reino de Luterra", mas acaba sendo traída por sua dama de companhia, que a deixa abandonada no "Mundo Real", e vai parar no Sítio de Dona Benta, onde todos tentam ajudá-la a voltar ao seu mundo, e se casar com o príncipe; porém cumprir a promessa será difícil quando a jovem se apaixona por um médico recém chegado ao Arraial, Chico Maciel. Naquele ano, o tema "cotidiano" era a preservação do Meio Ambiente, o personagem Valdo Serrão era um dos principais vilões desta temporada, pois além de destruir a natureza, estava sempre tentando tomar posse do Sítio, porque acreditava que havia um tesouro enterrado nas terras de Dona Benta. Alguns atores do elenco fixo de 2005, continuaram em 2006 mas com outros personagens como Thávyne Ferrari e João Vitor Silva, que interpretavam Patty Pop e Pedrinho e passaram a interpretar Flora Caipora e Pepe Curupira. Lara Rodrigues, que interpretou a Narizinho em 2001 também voltou ao elenco como Samira. A fantasia da Cuca usada no ano de 2006, era a mesma que havia sido criada na temporada 2005.

Temporada de 2007Editar

Em 2007 o programa ganha nova direção, que toma a arriscada decisão de substituir todo o elenco de repente. O programa naquele ano, passa a "recontar", ou apenas mostrar os personagens relembrando de algumas das histórias de Monteiro Lobato, que já haviam sido adaptadas em 2001. Nesta temporada o Sítio também ganhou novos figurinos para os atores e os bichos, o Rábico agora não era mais um boneco, e sim um ator com orelhas e nariz de porco; o Burro Conselheiro agora era um burro de verdade, e dublado com uma voz humana. A Emília agora era interpretada por uma atriz adulta, Tatyane Goulart, o Visconde passou a ser interpretado por Kiko Mascarenhas e agora tinha uma maquiagem com muitos grãos de milho pintados no rosto. Mas a maior mudança desse ano, ocorreu com a Cuca, diferente de todas as adaptações televisivas que já foram feitas com a personagem, a Cuca dessa vez não era mais um boneco de jacaré com cabelo loiro, mas sim a atriz Solange Couto com maquiagem no rosto e dentes pontiagudos, usando um macacão verde. Contudo, depois de tantas mudanças, esta temporada do "Sítio", não teve um bom desempenho e fez com que o programa fosse cancelado.

Sítio em outros canaisEditar

No dia 8 de dezembro de 2008, o Sítio voltou a ser exibido na TV, mas agora pelo , com reprises dos episódios de 2001 a 2004. O programa é exibido pelo Futura nos horários 10h,e 19h00 de Segunda a Sexta e aos sábados e Domingos ás 10h. O Futura recebeu as filmografias apenas de 2001 a 2004, que são as temporadas que possuem episódios separados. As temporadas de 2005 e 2006 não foram passadas para o canal educativo por serem em formato novela, com 180 capítulos. A temporada de 2007, que apesar de possuir episódios, também não foi passada ao canal. Depois de diversas reclamações, a Rede Globo decidiu designar o Sítio ao Canal Viva, para reprisar as temporadas de 2005 até 2007, porém o canal parou a reprise do seriado. O canal Gloob da Globosat começou a reprisar o programa assim que estreou, em junho de 2012, ainda não se sabe ao certo as temporadas que o canal possui para reprisar. Em março de 2013 a TV Cultura anunciou um acordo com a Rede Globo que permitirá à emissora exibir o "Sítio do Picapau Amarelo" em troca da cessão dos direitos de apresentação pela Globo Internacional de Castelo Rá-Tim-Bum e Cocoricó.

Frases dos personagensEditar

Emília


• "Batatal!" (quando ela tem uma ideia genial)


• "Cara de coruja seca!" (quando ela quer xingar)


• "É obóvio!" (quando ela vai dizer "é óbvio", mas ela se implica com o "b mudo" da palavra)


• "Que bissurdo!" (quando ela vai dizer "que absurdo!")


• "Que lerdeza Visconde!" (quando o Visconde não a obedece direito)

Visconde


• "Sim, Marquesa!" (quando Emília manda ele fazer alguma coisa)


• "Ma-ma-mas Marquesa..." (quando Emília o pressiona)


• "Eureca!!!" (quando ele descobre alguma coisa)


• "A soma dos catetos é igual ao quadrado da Hipotenusa!" (sempre que ele acorda de um desmaio)


• "Que espiga!" (quando se espanta)

Dona Benta


• "Que maravilha!" (ela só o dizia em 2001 e 2002)


• "Que maravilhoso fenômeno é o por do sol!" (quando está admirando o por do sol)

Tia Nastácia


• "Credo!" (quando ela se assusta)


• "Esconjuro!" (quando ela ouve falar em assombração ou coisas parecidas)


• "O mundo está perdido!" (quando ela presencia acontecimentos estranhos)


• "Ô meu São Jorge!!" (quando sabia que ia acontecer algo de ruim ou quando ficava com medo)

Rabicó


• "Ronc Ronc Ronc!" (som que ele vive fazendo)


• "Ai! Que fominha!" (uma frase que ele vive repetindo)


• "Desculpe Tia Nastácia, mas eu tenho um compromisso inadiável!" (quando quer enrolar Tia Nastácia)

Saci


• "Carapuça!" (quando ele fica preocupado)


• "Era uma vez o neto da Dona Benta!" (Quando ele e Pedrinho corriam perigo)

Cuca


• "A Cuca vai pegar!" (quando ela sai para assustar as criancinhas)


• "Pesadelooo!!!" (quando ela está brava com o seu ajudante)


• "Estrupíciooo!!!" (quando ela está muito brava com o seu ajudante)


• "Eu sou má, perversa, ruim!" (frase dita quando apronta ou se define)

Zé Carijó


• ""Máscara Brerde! Ôôôô Bactéria!!!" (quando ele pensava que se transformava em “super-herói" em 2005)

Pesadelo


• "Oh Cuca horrorosa!" (quando ele quer agradar a Cuca)

Patty Pop


• "Narizinho, olha ela!" (quando Emília a provoca)

Especiais de NatalEditar

Especial de Natal 2001 A Festa da CucaEditar

O especial de Natal do Sítio em 2001 foi um musical repleto de músicas e várias participações especiais. Este foi o primeiro especial do programa. Na história a Cuca está fazendo 15 mil anos e quer dar um baile de arromba. Para isso precisa de um príncipe. Então ela escolhe o seu ídolo Reynaldo Gianecchini. Para conquistá-lo, a Cuca faz um feitiço para se transformar em Malu Mader, mas ela não consegue se livrar do rabo. Enquanto isso Emília também preparou uma festa para seus botões de madrepérola. O especial foi exibido na noite de Natal de 2001, às 22 horas.

Especial de Natal 2002Editar

O Natal no Sítio do Picapau Amarelo Os garotos Douglas Silva, Darlam Cunha e Felipe Paulino participam deste episódio especial. Na história, um anjinho caído do céu é encontrado por Emília, Pedrinho e Narizinho.Também tinha outra crianças de rua que eram Maria sardinha, Bia, Pinta e Indio.Neste ano a Cuca não apareceu no especial. A história deste ano é bem diferente do outro, pois usa mais a solidariedade dos humanos e também o amor em ajudar as crianças pobres, e teve um anjinho que fingiu não voar para Emília cumprir essa missão.

Especial de Natal 2004Editar

O especial sobre musicais infantis foi exibido no dia 26 de dezembro de 2004, mostrou a aventura da boneca de pano Emília, tentando descobrir o que acontece com os personagens das histórias infantis depois que elas são contadas. Por meio de um controle remoto, ela e o cão Plim Plim viajam até os cenários da bruxa Keka e de A Turma do Didi onde encontram, respectivamente, a apresentadora Xuxa Meneghel e o humorista Renato Aragão. Um dos momentos altos do especial é o encontro da boneca com a primeira Emília do programa Sítio do Picapau Amarelo (1977), interpretada pela atriz Dirce Migliaccio. Todo o programa foi costurado por imagens de arquivo dos grandes musicais infantis apresentados na TV Globo

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.